Postagens

Os 7 melhores exercícios para a terceira idade

Imagem
A pirâmide etária dos países vem mudando e com o Brasil não é diferente. Temos mais idosos na população devido a um aumento da expectativa de vida. Buscando uma melhor qualidade de vida, pessoas que se encontram na terceira idade estão cuidado mais da saúde, melhorando a alimentação e praticando mais exercícios. Porém, esse grupo possui características únicas quando comparado a outros. Existem doenças que surgem, com maior frequência, com o avançar da idade. Os ossos tendem a ficar mais frágeis e a força muscular já não é a mesma. Por conta disso preparamos uma lista com os exercícios mais adequados para aqueles que estão na melhor idade. Exercícios dentro da água, em geral, são ótimos para quem já passou da casa dos 60 anos. Eles reduzem o peso do corpo e também amortecem o impacto entre as articulações. Desta forma, as chances de lesão são mínimas. Tanto a natação quanto a hidroginástica ajudam a melhorar a circulação sanguínea e o sistema cardiorrespiratório como um todo. A natação, e…

3 RECOMENDAÇÕES DE EXERCÍCIOS NA TERCEIRA IDADE

Imagem
Nunca é tarde demais para intensificar os cuidados com o próprio corpo. A partir dos 60 anos, a perda de massa magra e óssea começa a se acentuar, e o exercício físico aparece como ferramenta para evitar doenças e possíveis quedas. Ter uma vida ativa e investir em treinos na terceira idade é um dos segredos para conseguir uma vida melhor e mais longa. A fragilidade óssea compromete a qualidade de vida dos idosos e tem uma influência altíssima nos índices de mortalidade. Uma reportagem publicada pelo jornal Correio Braziliense em 2014 aponta que 85% das pessoas com fratura de punho ou vértebra vão ter de fêmur. Ou seja, em pessoas com idade avançada, um problema costuma levar a outro. Agachamento, desenvolvimento e flexão de quadril são exercícios recomendados para que idosos fiquem longe da obesidade, mantenham a pressão arterial sob controle e fortaleçam ossos e musculatura. PEDRO LOPES

Dez atitudes para reprogramar seu cérebro e emagrecer

Imagem
1) Aprenda a sentir prazeres simples que não envolvem comida, como praticar esporte, respirar profunda e conscientemente, visitar família e amigos, passar mais tempo ao ar livre. 

2) Durma o suficiente para acordar descansado. 

3) Adicione aromas agradáveis no espaço ao seu redor. 

4) Reforce a ingestão de vitamina D, anti-oxidantes e suplementos com ômega 3. 

5) Faça pequenos movimentos de alongamento e respiração a cada hora. 

6) Prefira beber água e sucos. A bebida alcoólica deve ser apenas ocasional, assim como café e chá. 

7) Pratique atividades tranquilizadoras, como ioga, pilates, relaxamento e meditação. 

8) Interaja com pessoas que têm uma rotina saudável. 

9) Fuja do isolamento e da inatividade. 

10) Evite lugares ruidosos e cheios, especialmente na hora de se alimentar. 

Fonte: Georgia Andrianopoulos, do Brain Fitness Inc , autora do livro Reeduque seu Cérebro, Remodele seu Corpo

Melhore o poder do seu cérebro comendo

Com alimentação balanceada é possível adiar o declínio cognitivo que ocorre com o passar dos anos O declínio cognitivo pode levar à dificuldade de lembrar, comunicar ou aprender novas tarefas. A Academia Americana de Médicos de Família sugere as seguintes medidas para ajudar a melhorar a saúde docérebro e prevenir o declínio cognitivo: - Mantenha o peso, o colesterol e a pressão arterial sob controle, com umadieta nutritiva e alimentos com baixo teor de gordura. Confira também:dieta saudável para perder 5kg em um mês. - Consuma em grande quantidade grãos, frutas e vegetais. - Evite gorduras saturadas. Leia também:Consumo de gorduras saturadas e trans aumenta risco de depressão. - Inclua ácidos graxos ômega-3 na dieta, como os contidos em peixes como salmão, sardinha e atum.
- Pergunte a seu médico se você deve tomar algum suplemento comvitaminas .

8 DICAS PARA FICAR EM FORMA ATÉ O FINAL DO ANO

Imagem
1. Planeje sua rotina de exercícios: coloque-a em seu diário como se fosse uma reunião de trabalho. Dessa forma, você fica mais propenso a arrumar tempo e ter disciplina para correr ou treinar.
2. Defina metas realistas: não adianta sonhar em perder sete quilos em uma semana. O ideal é manter metas possíveis de serem conquistadas para que você realmente consiga alcançá-las. Mas, claro, também não podem ser muito fáceis, senão você ficará com preguiça na hora de calçar seu tênis de corrida e colocar o corpo em movimento
3. Treine com outras pessoas: não há nada como um pouco de pressão dos colegas para estimular você. Exercício em grupo é mais gostoso
4. Vá no seu ritmo: não pense que só um treino pesado de 90 minutos pode dar bons resultados. É possível queimar calorias de um jeito menos sacrificante
5. Beba muito água: beber água antes de comer é uma forma de se manter hidratado. Acredite, quando você está desidratado, seu organismo fica mais lento
6. Desacelere: coma mais devagar e dimin…

Os 10 principais erros que as pessoas cometem na academia, segundo profissionais de fitness.

Em alguns casos, estas falhas podem simplesmente fazer a diferença entre o sucesso e o fracasso do treino. Mas também podem sair mais caro, provocando dores e lesões no corpo.
1 – Não alongar o suficienteNão alongar os músculos que são solicitados por determinado exercício pode provocar lesões e dificultar a recuperação muscular após o treino.
Por exemplo, depois de uma corrida é fundamental alongar os principais músculos dos membros inferiores (quadricípedes, isquiotibiais e gémeos).
Dica: Alongue imediatamente após a atividade aeróbica, enquanto os músculos estão quentes, de forma a prevenir lesões.
2 – Levantar peso a maisQuando escolher os pesos para o seu treino, certifique-se que são adequados ao seu peso e à sua condição física. De início, evite colocar a “fasquia” demasiado alta, pois o treino de força ou resistência deve ser gradual e progressivo.
Dica: Escolha um peso com o qual consiga fazer as primeiras 15 repetições sem grande dificuldade. A segunda série já deverá implicar m…